O que é sustentabilidade?

Todos nós, de algum modo, já ouvimos falar da grave crise ambiental que coloca em risco a vida em nosso planeta, mas, muitas vezes, não sabemos como agir, outras vezes somos impelidos por um modo de vida que não escolhemos. Simplesmente vivemos em um sistema que impulsiona as pessoas cada vez mais para um modo de vida que não é sustentável.
Sustentabilidade é um assunto que está muito em moda, mas, muitas vezes, não temos noção exatamente do que esta palavra representa…
De acordo com alguns teóricos, há duas correntes que pensam na questão da sustentabilidade, cada uma delas pode ser divida de acordo com a forma que vê esta questão, mas, de maneira geral, podemos pensar principalmente em duas:

Pensamento oficial
A corrente oficial de sustentabilidade tem como base os princípios e interesses da sociedade capitalista, na qual vivemos, e, por isso, não tem como objetivo a mudança estrutural desta sociedade. As grandes empresas e muitos governos professam as ideias desta corrente, uma vez que estão comprometidos com os interesses econômicos e a ideia de um desenvolvimento sustentável.
O que seria desenvolvimento sustentável?
Seria a ideia de que a sociedade deve continuar crescendo economicamente, valorizando o lucro e a criação de empregos em indústrias e corporações que exploram a mão de obra do trabalhador e o lucro.
Os comerciais captam o interesse dos consumidores, que demandam cada vez mais o consumo de produtos que parecem ecológicos e assim, pensando neste nicho de mercado, procuram criar produtos que atendam à demanda. Mas, pensemos, será mesmo que estes produtos são realmente ecológicos? Será que, ao substituirmos um produto que esteja em boas condições, por outro, que pareça ecológico, não estamos agindo de forma insustentável? Afinal, estamos alimentando a cadeia de produção, consumo e geração de resíduos.

Pensamento alternativo
O pensamento alternativo, ou, que pensa a questão da sustentabilidade de forma crítica, tem como base o questionamento dos mecanismos que tornam este sistema insustentável. O consumo é visto como o ponto principal de insustentabilidade e, por isso, deve ser questionado. Para esta corrente de pensamento, devemos lembrar sempre dos 3 (ou dos 5) Rs, sendo que a redução do consumo é a sua base principal.
Diferente do pensamento oficial, para o qual o foco econômico é um dos mais importantes, para o pensamento alternativo, ao pensarmos em sustentabilidade, devemos questionar também os aspectos ambientais e humanos. Devemos pensar: Este modelo apresenta alternativas de vida justas aos grupos sociais ou apenas reproduz a exploração de seres humanos? Os seres humanos encontram soluções de moradia, alimentação, educação e trabalho de forma digna?
Notamos, assim, que não adianta falar em crescimento econômico enquanto há grupos marginalizados (Assistam “Ilha das Flores”). Também sabemos que a desigualdade social é enorme e não é possível tolerar um sistema em que alguns morrem de fome, enquanto outros produzem 30% do lixo do planeta, à custa da exploração do trabalho infantil e de grupos humanos de vários países.

E você, o que pensa sobre o assunto? Qual dos dois pensamentos sobre sustentabilidade é mais coerente para pensarmos os problemas mundiais atualmente?
Assista aos vídeos Ilha das Flores, Surplus, A história das coisas e Da servidão moderna para ampliar as reflexões. Comente os filmes no blog. Vamos trocar ideias e, quem sabe, conseguiremos fazer do planeta Terra e do bairro em que moramos, um lugar melhor para viver…

Abraços,
Professora Kátia.


11 Comentários on “O que é sustentabilidade?”

  1. Victor disse:

    Texto Analítico

    Nome: Victor A. Carvalho N°: 45 1°RD

    Tudo o que fazemos como até mesmo nos alimentar, vem de algum lugar e quase sempre vem da natureza. Só que nem todo mundo tem sua própria plantação, nós temos que comprar ela de algum lugar! O que acaba fazendo uma bola de neve, pois um tem que cultivar, para o outro vender, para ir ao mercado para poder compra-los. E que muitas vezes relaciona dinheiro.
    E se você não tiver esse dinheiro, você não pode comer esse alimento, você tem que pegar os restos dos outros, que por muitas vezes é o que não queremos mais, pois está estragado.
    E a mídia sempre nos fala o que fazer, como fazer, e aonde fazer; e sempre como compramos uma coisa nova, logo ela fica ultrapassada, e temos que comprar de novo. E esses produtos são feitos com alguma coisa, e muitos são feitos em fabricas que poluem o meio-ambiente, e como temos que comprar cada vez mais, essas fabricas também poluem cada vez mais, causando o aquecimento global, o efeito estufa, e a piora na qualidade do ar em que respiramos.

  2. Matheus Novais Lima disse:

    Como vemos hoje em dia tudo o que o ser humano consome boa parte não é reciclada em alguns países como o Brasil, de acordo com o site (www.reciclabrasil.com.br) o Brasil recicla apenas 21,2 % de seu lixo enquanto países como a Holanda recicla 98% de todo o seu lixo, as fraldas descartáveis são utilizadas fazer para roupas, revestimentos de estofados e até mesmo fones de ouvidos. Na minha opinião as escolas que são meias de educação muito freqüentes deveriam educar os alunos a repensar suas ações que podem acabar com o meio ambiente como: reduzir o consumo de embalagens plásticas e reutilizar as garrafas pets para guardar água ao invés de comprar garrafas para esse tipo de utilidade. Uma idéia que tive é de que as escolas reutilizarem a água da chuva para fazer a limpeza dos pátios, banheiros, etc…
    Nesse ano começou um projeto de coleta de exames de Raios-X em vários hospitais, mas começou tarde, em paises europeus esse projeto existe à mais de 8 anos, porque os exames contém prata que é um metal pesado e nunca vai se decompor nem em um milhão de anos. Uma tabela abaixo mostra o tempo que todos o objetos levam para se decompor na natureza.

    OBJETO DECOMPOSIÇÃO (ANOS)
    Cigarro 1 a 2 anos
    Chiclete 5 anos
    Alguns metais 10 anos
    Vidro 4000 anos

  3. Amanda Pereira dos Santos nº05 1ºRC disse:

    hISTÓRIA DAS COISAS
    ESTE VIDEO É MUITO LEGAL FALA DAS COISAS QUE NÓS USAMOS NO NOSSO DIA A DIA
    E DA ONDE ELES VEIO E QUE POR CAUSA DELES O MEIO AMBIENTE TEM SIDO AFETADO,
    TODOS NÓS TAMBÉM A GENTE TEMOS QUE LEMBRAR DA SUSTENTABILIDADE PRA NÓS
    TERMOS UM PAÍS CADA VEZ MELHOR.

  4. Eu gostei muito do vídeo ilha das flores, onde em minha opinião são meio fortes.Eu gostei, pois mostrá como é o mundo hoje, e como são as pessoas que tem poder, pois quem tem poder hoje sempre que vai passar um comercial na televisção, eu divido muito que eles procuram passar algo que sejá bom para ás pessoas, tudo que eles pássão é de preferencia deles pois vai vaser com que eles ganhem muito dinheiro, alen de só pensar neles mesmos, quem não tiver muito dinheiro, ou, então não for alquem de poder você é um nada, um lixo que não prestá para nada.
    Hoje em dia mesmo acontecendo táis coisas meio desagrádáveis, temos que colocar em nosas mentes que somos nós mesmos, deixando o que ás pessoas acham e falan de nós, pois ninguem é diferente de ninguem todos somos iguais, só temos cor deferentes pois tirando isso em certás palavras somos iguais.Devemos procurar sempre nós mesmos, desidindo o que quer ser. Isso é o que realmente importa, o que chamos de nós mesmos e não o que os outros acham de nós.
    Esse vido mostrá bem o casso do dinheiro e do precoceito, tant na cor como pelo dinheiro, pois hoje em dia muitos falam que quem é rico onra a deus, máis quem é pobre desonra á deus, e muitas veses a primeira coisa que vem ná cabeça é que ladrão, pobre, e negro são ás mesmas coisa, isso mostrá que áte mesmo hoje muitos acham que o rácismo diminuio ou acabou, más isso mostrá que ele só procura almentár cada vez mais.

    Esse foi o meu comentário, espero que aprecie, e goste professora.

  5. Mariana Melo n°31 2°RA disse:

    Gostei bastante do texto.
    O segredo tá mesmo em mudar a estrutura do sistema.

    Só queria fazer um breve comentário:
    Amei ler os comentários do pessoal da escola, tá todo mundo muito envolvido!
    Obrigada pelo espaço, professora. Não imaginei que seria tão bacana.

  6. bruna santiago martins n°07 2°RC disse:

    Desculpa a demora professora..!! Como vejamos hoje em dia no Brasil e no mundo todo, a Sustentabilidade e um grave problema social.. . Simplesmente vivemos em um sistema que impulsiona as pessoas cada vez mais para um modo de vida que não é sustentável.
    a sustentabilidade e um assunto que tem seus princípios e interesses na sociedade capitalista. A sustentabilidade abrange vários níveis de organização, desde a vizinhança local até o planeta inteiro.
    sustentabilidade promover a exploração de áreas ou o uso de recursos planetários (naturais ou não) de forma a prejudicar o menos possível o equilíbrio entre o meio ambiente e as comunidades humanas e toda a biosfera que dele dependem para existir. Mesmo nas atividades humanas altamente impactantes no meio ambiente como a mineração; a extração vegetal, a agricultura em larga escala; a fabricação de papel e celulose e todas as outras; a aplicação de práticas sustentáveis nesses empreendimentos; revelou-se economicamente viável e em muitos deles trouxe um fôlego financeiro extra. E uma forma simples, podemos afirmar que garantir a sustentabilidade de um projeto ou de uma região determinada; é dar garantias de que mesmo explorada essa área continuará a prover recursos e bem estar econômico e social para as comunidades que nela vivem por muitas e muitas gerações.

  7. Natanael Araujo disse:

    muito interessante,gostei muito.

  8. Lincoln Rudde 2ºRB nº:27 disse:

    O filme relata a diferença entre o capitalismo e o socialismo
    No capitalismo as pessoas podem fazer o que querem , comprarem à vontade , o capitalismo ´e uma politica consumista , onde as pessoas fazem o que querem com dinheiro.Não podem comprarem o que querem , apenas o necessário , não há diferença social entre a população.
    Esse filme mostra como ambos dos lados são bem diferentes , como cada sociedade vive.

  9. Esley Henrique disse:

    A maioria das empresas, no “Pensamento oficial” e levando em conta o sistema socioeconômico capitalista, não dão a mínima para sustentabilidade quando essa envolvem a empresa de modo negativo, vide reunião em Copenhagen.
    O estranho é que economia e sustentabilidade podem andar juntos, mas falando sério, sempre tem algo impedindo. O projeto “x” é mais barato não sendo sustentável, o projeto “y” é melhor sendo sustentável, mas não vai dar muito lucro.
    As empresas, não teem a consciência de abrir mão de alguns mil, ou milhões para o bem do planeta, elas apenas visão o crescimento da sua empresa, de forma cega e mesquinha.
    Deveria haver uma lei, estipulando custos para empresas, porque talvez só assim sejam melhores aceitos os projetos sustentáveis.

  10. Gabrielle Santos Guerra 1 RD disse:

    Olha as das opções são boas, mas como sabemos, não há uma grande maioria disposta a apoiar esses sistemas. Muitas pessoas ainda não entendem que é necessário mudar seu comportamento para ter uma vida melhor..
    Adorei os textos!!

    Gaby


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s